Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Melhor Amiga da Barbie

12
Abr18

Rubrica RFM - Top 5 - Dicas Para Utilizar Menos Plástico :

Ana Gomes

 

00e70c6fcafb78d9dbfc7486bd037fd9.jpg

 

 

 

O consumo de plástico é um dos grandes flagelos dos tempos modernos. Todas as vezes que nos deparamos com noticias sobre o impacto dos resíduos na natureza ficamos com um nó na garganta. 

Mas se por um lado este tipo de imagens ou noticias não nos está sempre a entrar "em casa" - e fica fácil esquecermos-nos de que devíamos ser um bocadinho mais cautelosos... por outro lado faltam-nos opções. Muitas vezes recorremos ao plástico sem pensar, é um comportamento normalizado, não acham? 

 

Na rubrica de hoje partilhamos convosco 5 ideias fáceis que podem ajudar a mudar a utilização de plástico no nosso dia-a-dia - e consequentemente alterar o nosso impacto na degradação do planeta :) 

 

5) Repensar a forma como guardamos a comida : 

Quantas vezes não usamos um saquinho de plástico para guardar uma sandes no frigorífico? Ou para colocar aquele resto de cebola que não se usou na salada? A opção que vos vou dar pode não ser a perfeita - já que há plástico envolvido - mas pelo menos não é imediatamente descartável. Pode ocupar um pouco mais de espaço no frigorífico mas se já existirem caixinhas de plástico lá em casa... são melhor opção! Já que são laváveis e reutilizáveis. O melhor mesmo seria usar recipientes de vidro, uma boa dica para guardarem é comprar produtos que sejam comercializados em potes de vidro e não os deitar fora! 

 

 

4) Nas compras preferir sempre os embalados em cartão : 

Já reparam que há muitos detergentes disponíveis em diferentes embalagens? Ou até mesmo as bolachas ou mercearias. Ainda que seja material descartável sempre é mais fácil a reciclagem do cartão do que do plástico.

 

3) Comprar a peso ou a granel : 

 

Há uns tempos atrás era necessário que nos tivéssemos de deslocar a lojas ou mercearias mais especificas para conseguir comprar alguns produtos a granel. Mas hoje em dia muitas superfícies comerciais têm essa secção. Comprar a granel significa muitas vezes poupar dinheiro já que podemos comprar apenas as quantidades de que necessitamos, mas também nos permitem poupar nas embalagens. A teoria vai um pouco ao "ar" quando utilizamos os famosos sacos transparentes que encontramos em rolos gigantes. A ideia seria optar pelos saquinhos de papel - que também já começam a estar disponíveis nestes lineares - e no caso das frutas ou produtos maiores utilizar o nosso próprio saco de pano que tem um peso residual! :) 

 

2) De uma forma geral evitar comprar tudo o que é descartável: 

 

Escoas de dentes descartáveis, lâminas de barbear descartáveis, todos os artigos que são embalados individualmente e até... aquelas embalagens amorosas de champô e espuma de banho dos hotéis. Utilizem estes artigos apenas e só se forem realmente necessários! Caso tenham uma embalagem desse tal champô em casa, encham com o vosso próprio champô antes da próxima viagem... e tentem ter esta postura em relação a todos os pequenos "passos em falso" que possam ter cometido quando ainda não pensavam no assunto. Porque... sejamos razoáveis : geralmente nem sequer são o melhor produto, certo? Servem precisamente para resolver uma emergência. 

 

1 ) Esqueçam as palhinhas!!

 

Um objecto que parece ser tão inofensivo tem um impacto tremendo - e negativo - no nosso meio-ambiente. São completamente dispensáveis e caso não concordem podem sempre optar pelas versões em metal ou vidro! Continuem a beber a vossa bebida preferida, claro! Mas evitem fazê-lo através de uma palhinha. Ah... e se possível reclamem sempre que um café vos for servido com uma palheta de plástico! É que a nossa posição e opinião podem efectivamente alertar os distribuidores! 

 

7f1d0563b0846f9537b90931f0876f31.jpg

 

12
Abr18

Bom Dia <3

Ana Gomes

d51bf538ab18c40964eaaa284a284f60.jpg

 

Bom Dia <3 

 

Adoro esta frase - já me tinha cruzado com ela anteriormente pela internet - e retém a ideia de que muitas vezes passamos o tempo em luta ( connosco ou com o mundo ), vivemos a tentar sobreviver e tantas, tantas, tantas vezes isso é desnecessário. Há uma forma mais suave e mais plena de viver os momentos. 

 

 

11
Abr18

Summer Inspo - MANGO

Ana Gomes

 

 

20180309_MANGO_S01_075_RGB EC sRGB.jpg

Enquanto este mau tempo não dá tréguas... vamos sonhando com dias quentes, com menos roupa, mais descomplicados e acima de tudo : leves!

Gosto destas sugestões muito clean da MANGO, os acessórios são o grande destaque da maioria dos looks e gosto como os tons crus, mostarda e preto são apostas ganhas para looks mais minimais mas ainda assim cheios de personalidade. 

Afinal... esses dias quentes, chegam ou não?! 

20180309_MANGO_S02_041_RGB EC sRGB.jpg

 

20180309_MANGO_S04_039_RGB EC sRGB.jpg

20180309_MANGO_S05_061_RGB EC sRGB.jpg

 

20180309_MANGO_S05_111_RGB EC sRGB.jpg

 

 

 

20180309_MANGO_S08_056_RGB EC sRGB.jpg

 

20180309_MANGO_S10_060_RGB EC sRGB.jpg

 

09
Abr18

Receita de Almôndegas Vegan.

Ana Gomes

O meu instastories anda um verdadeiro mundo de receitas e partilhas alimentares. 

A verdade é que sinto que existe muita curiosidade desse lado sobre alimentação vegetariana. Cada vez há mais curiosidade sobre estas alternativas alimentares e sempre que os meus amigos acabam a jantar aqui por casa fazem uma série de perguntas. Acho sempre que com essas partilhas vos posso ir dando ideias e pelo menos inspirar-vos a sair da zona de conforto e a testar algumas alternativas. 

 

E na verdade, desde que comecei o plano com a Mafalda que tenho as sugestões de refeições diárias que se fazem acompanhar de receitas, ou seja... eu própria me sinto desafiada a experimentar outras coisas. 

Também já vos confessei que tenho passado mais tempo do que nunca na cozinha. Não digo isto de uma forma negativa... mas antes com aquele sorrisinho de quem voltou a ganhar gosto por cozinhar. Ainda assim... não adoro cozinhar para outras pessoas porque tenho sempre aqueles receios básicos : não vão gostar do meu tempero... a comida não vai chegar para todos... e por aí fora!  

Mas chega de conversa, não é? Até porque este post tinha o propósito inicial de responder a uma das coisas que mais me pediram nas últimas duas semanas! A receita das almôndegas vegan. 

 

A receita estava no plano de refeições da Mafalda :) Para quem me tem pedido também a receita de pão ou base de pizza podem ver directamente neste link. 

 

 

Captura de ecrã 2018-04-09, às 11.49.25.png

(imagem do Pinterest ). 

 

Mas vamos à deliciosa receita das Almôndegas : 

 

200 g de lentilhas castanhas;

Meia Chávena de Macadâmias ( podem usar outro fruto seco );

2 Colheres de Sopa de Linhaça Moída;

1 colher de chá de Paprika;

1/4 de Colher de Chá de Piri-Piri ( não usei );

1/2 Colher de Chá de Sementes de Coentros em Pó ( não usei );

2 Dentes de Alho;

Sal

 

Para o Molho : 

1 dente de alho picado;

1 pedaço de gengibre picado;

1 tomate pelado e cortado em cubos ( usei 2 );

1/2 colher de chá de piri-piri em pó ( usei só 1/4 );

1 c de chá de Pimentão Doce em pó;

1/2 c de chá de Cominhos;

1/2 c de chá de Coentros em pó;

2 folha de louro ( não usei );

400ml de Leite de Coco ( se não forem cozinhar nenhum acompanhamento, como arroz por exemplo, basta metade desta quantidade );

Azeite e Sal

 

 

Cozer as lentilhas numa panela pequena com àgua durante 15 minutos em lume brando. Não cozer demais e adicionar o sal antes de desligar o lume.  Tostar o fruto seco escolhido, escorrer bem as lentilhas e colocar todos os ingredientes num processador até obter uma massa homogénea. Formar bolinhas com esta massa.

 

Para o molho:

Saltear o alho e o gengibre num fio de azeite. Juntar as Especiarias e o tomate e deixar cozinhar até se formar um molho. Adicionar o leite de coco e ajustar os temperos. Triturar o molho - para que fique mais cremoso e colocar cuidadosamente as almôndegas neste molho. Deixar cozinhar para que possam absorver os aromas do molho.

 

 

enjoy! 

05
Abr18

Rubrica RFM - Top 5 - Dicas Para Mudanças Com a Primavera.

Ana Gomes

 

c6e29a7902b2eeb7f1f6e44ac4404e0b.jpg

 

 

 

As mudanças de estações são maravilhosas oportunidades para - também nós - mudarmos algumas coisas! É quase como se o "universo" se alinhasse para que tudo possa acontecer! E a Primavera é A estação das mudanças... saímos do cinzento pesado e escuro que caracteriza o Inverno e passamos a ter dias mais compridos e luminosos. E convenhamos... basta isso para que as coisas melhorem, não concordam?

Hoje partilhamos convosco 5 dicas que podem potenciar essa mudança! 

 

5 - Fazer um Detox : 

Não estamos só a falar dos famosos sumos ou batidos verdes! Estes podem fazer parte do vosso programa - se assim entenderem - mas as desintoxicações podem acontecer a vários níveis. Com os dias mais leves e menos frios deixamos de ter necessidade de fazer refeições pesadas e muito quentes. Podemos de certa forma "aliviar" o nosso organismo e escolher opções mais leves. 

 

4 - Fazer Limpezas : 

 

Calma.... não estamos só a falar da casa. Mas também! Abrir as janelas, arejar, deixar o sol entrar! Mas este é também o momento de fazer uma limpeza aos nossos armários e seleccionar o que vale ou não a pena guardar. Prometo que volto a este tema com um conteúdo só dedicado a estas selecções! 

 

 

3 - Experimentar Algo Novo : 

 

Nesta altura do ano estamos mais despertos ( mais horas de sol ) e naturalmente mais motivados. São factos científicos e generalizados e por isso mesmo esta é a melhor altura para experimentar um novo desporto, marcar aquele restaurante que está na calha há uns meses ou planear uma actividade ou viagem - que deve MESMO acontecer. 

 

2 - Aproveitar as Localidades no Seu Todo : 

 

Estamos cada vez mais enfiados em shoppings e espaços fechados onde se concentram vários serviços. É natural : são locais práticos, geralmente resolvemos vários assuntos pendentes, vemos lojas e ainda jantamos... mas... temos um país incrível com vários sítios que podemos aproveitar. Marquem pic-nics com os amigos, caminhadas com as crianças ou até mesmo um café numa esplanada! 

 

1 - Fazer uma "auto-avaliação" e caminhar no sentido da Mudança : 

 

As estações mudam e nós também podemos mudar. Já disse isto, certo? É que aprendemos mesmo por repetição. Este é o momento PERFEITO para que possamos fazer uma auto-avaliação - e não é uma daquelas que se faziam na escola em que tentávamos enganar o professor - é ser justo e concreto. A auto-sabotagem não nos faz chegar a lugar nenhum. O passo seguinte é perceber o que queremos efectivamente que seja diferente e aproveitar o momento para seguir em frente! A única premissa é que se o plano falhar não podemos voltar atrás! 

05
Abr18

Uma linha que repara Danos e Agressões Capilares ? Sim! A nova da TRESemmé!

Ana Gomes

 

446AA3B9-405C-4440-8C78-FEECFAB64450.jpeg

 

59D1AFAA-8E9F-47DA-9E66-54A38781AE86.jpeg

 

B2C39B1B-FD44-476B-8DAD-4BAC9FD8109C.jpeg

 

 

 

 

Lembro-me perfeitamente de ser pequena e sonhar com o cabelo da Gwen Stefani, completamente cor-de-rosa. Se quiserem gozar comigo para sempre pensem nisto : SEMPRE que saia uma revista com uma foto da vocalista dos No Doubt eu recortava a cara da Gwen e colocava uma foto minha por baixo já que… era o mais próximo que alguma vez iria estar de ter o cabelo naquela tonalidade. 

Até ao dia em que ganhei mais alguma autonomia e decidi ir cortar o cabelo a um sitio XPTO e a desventura começou… não sei o que me passou pela cabeça para dizer em voz alta à pessoa que me atendeu “pode fazer o que quiser “ : resultado? De um cabelão GIGANTE e ondulado passei para um corte muito muito curto ( tipo… “ à rapaz” ) e completamente assimétrico com uma franjinha à Amélie Poulain. Fiquei desgostosa e a única forma que tive de me conformar foi… começar a brincar com as cores. Uma madeixa vermelha, uma cor mais acobreada… e por aí fora. Acabei por nunca pintar o cabelo de cor-de-rosa - para preservar o bem estar dos meus pais - mas não parei de inventar com o cabelo já que agora não havia o argumento “ vais estragar esse cabelão lindo que tens!!!!”. Sim… é mais do que sabido que a coloração ou no caso a descoloração mexe com o fio do cabelo e provoca danos… e importa ter um cuidado adaptado a essas escolhas. Quem nunca se queixou de cabelo subitamente crespo? Aparentemente espigado ou com uma nova vida? I Know… right? Eu já passei por todas as fases. 

De há uns anos para cá deixei de inventar assim tanto no que aos cortes e cores diz respeito… optei por um look mais “Verão o ano inteiro” mas que exige as tais descolorações para estar sempre com aquele ar de quem foi graciosamente beijado pelo sol. Confio inteiramente na minha cabeleireira e já sei que de tempos a tempos torce o nariz e me faz lembrar que me ando a desmazelar com as hidratações. 

A verdade é que podemos fazer quase tudo com o nosso cabelo - a nível técnico - mas é igualmente importante que acompanhemos essas mudanças com produtos adequados e rotinas de beleza e higiene capilar que condigam com as nossas escolhas. Sempre que possível vou ao cabeleireiro - até porque profissionalmente isso acontece frequentemente - mas no dia-a-dia preciso de garantir que mantenho os cuidados e tenho rotinas saudáveis. A nova gama repara e protege da TRESemmé tem precisamente este foco : atenuar e tratar os danos causados pelo styling. Porque hey! Podemos - e em última análise devemos - fazer o que quisermos ao nosso cabelo. No final basta escolher os produtos certos. 

 

1865-1331717-thumbnail_repara_fortalece_460x300.pn

A linha completa é composta por Champô, Condicionador, Protector de Calor ( com leite de côco.. AMO ) e Máscara.  

 

 

*Este post foi escrito em parceria com a TRESemmé. 

 

 

 

PUB

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Playlist Spotify

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D